Entrevista para a Folha de PE

Em julho de 2012 fui contactada pela Jornalista Tali Bezerra, do Jornal Folha de PE, para dar uma entrevista sobre unhas, cutículas, esmaltes.  Tali viu meu blog e se interessou em me entrevistar pelo fato de não retirar a cutícula, isso mesmo gente, não retiro! E, como ela iria escrever sobre a saúde das unhas e tinha entrevistado também uma dermatologista, me fez o convite, então, claro que aceitei. Afinal é sempre bom falar do que se gosta.

Como estava aguardando que o fotógrafo, Wagner Ramos, tirou várias fotografias e estava aguardando que me enviasse, fiquei esperando, esperando e passou-se o tempo e acabei deixando pra lá o post falando sobre o acontecimento. Porém, nunca é tarde, não é mesmo?!

A curta entrevista diz o seguinte:

‘Informada sobre o assunto, a professora Luciana Souza, que mantém um blog de cuidado com as unhas, praticamente não usa o alicate há mais de dois anos. “Eu nunca tive o hábito de tirar completamente a cutícula. Depois que conheci os produtos de hidratação, percebi que não tem porque retirar. Estou satisfeita com as minhas unhas desta forma”, comemora.

Os produtos a que a blogueira se refere podem se apresentar como ceras, óleos e cremes em potes, bisnagas e canetas e são facilmente encontrados em farmácias e lojas de cosméticos. “Uso o hidratante mais de uma vez por dia. A cera é boa opção porque pode ser passada por cima do esmalte e é uma boa dica para os homens”, destaca.

Para Luciana, abandonar o alicate e ver as cutículas crescendo foi difícil, mas, com o tempo, percebeu que as suas mãos ficaram com uma aparência ainda melhor. “No começo a pele levantava, ficava áspera, mas com o tratamento, melhorou. Eu vi que não é só uma questão estética, mas é de saúde mesmo”, conta. “Quanto mais se tira a cutícula, mais elas crescem.

Tem gente que tira toda semana. Hoje, nas minhas unhas, quase não tem o que retirar”, detalha a professora, cujos cuidados com as unhas passam pela retirada do esmalte “sempre com removedor com vitaminas, nada de acetona, que resseca a unha”; uso de um bom hidratante específico para amolecer e reduzir cutículas; o afastamento da pele e o uso da lixa, apenas para acertar eventuais falhas. Então as unhas estão preparadas para receber uma base fortalecedora e o esmalte.’

Eu amei fazer a entrevista, a Tali é um amor e super simpática :).

Se interessou pelo o assunto? Que tal acessar o link da entrevista aqui!

Beijos e até a próxima 😉

Selador de pontas – Natura Plant

Tentar evitar as famosas pontas duplas é importante, seja para o aspecto ou para a saúde do cabelo. No dia que lavamos o cabelo este fica super leve, assanha-se facilmente, fica meio esponjado, pelo menos o meu, que é seco. Por essa razão sempre uso um leave-in e um pouco de óleo de argan ou o reparador de pontas.

Decidi então experimentar o selador de pontas da linha Natura Plant da “Natura”, também conhecido como reparador de pontas :P.

O produto tem 25 ml, segundo a marca é uma hidratação reparadora. O líquido é transparente, um pouco viscoso e basta uma pequena quantidade para passar nas madeixas estejam elas secas ou úmidas.

Não vi essa reparação toda quanto a embalagem sugere. O aspecto dos cabelos melhora um pouco na hora, mas, não permanece. Também, o que se esperar de um simples selador de pontas, não é mesmo?

Abaixo foto com o cabelo sem o reparador e com o reparador.

Na imagem não se percebe quase diferença. Mas no toque é perceptível 😉

Como um reparador de pontas comum..

Testei e indico.

Beijos e até a próxima 😉